Notícias

A Associação de Estudantes da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, organizou no passado dia 26 de Abril, um debate subordinado ao tema «Movimento estudantil e a escola de Abril». Este debate contou com a presença da URAP, representada pelo Coordenador do Conselho Directivo Aurélio Santos e com o Professor José Barata-Moura, antigo reitor da Universidade de Lisboa.

Print Friendly, PDF & Email

logo_fir

Michel Vanderborght, presidente da Federação Internacional de Resistentes Antifascistas, de que a URAP faz parte, enviou uma carta ao governo da Estónia protestando contra a intenção de retirar o monumento ao soldado soviético da capital da Estónia, Tallin.

Para a FIR, a retirada do monumento contraria a memória daqueles que «arriscaram e deram as suas vidas para libertara Europa - e não apenas a Estónia - da ameaça da barbárie nazi». Sob o memorial, encontram-se sepultados alguns soldados do Exército Vermelho caídos na libertação da Estónia.

A FIR sublinha ainda que noutros países locais semelhantes são protegidos. Para a Federação, não se trata apenas de uma «obrigação humanitária» como também corresponde à concepção de que uma nova Europa apenas poderá ser estabelecida sob as fundações da luta dos povos pela sua libertação do nazifascismo. «Quem eliminar esta memória esquece a base democrática da Europa», enfatiza a FIR.

Na Estónia, a decisão do governo de retirar o monumento deu origem a fortes protestos entre as autoridades e opositores à retirada do monumento. Em três dias, a polícia efectuou mais de três centenas de detenções e muitos manifestantes foram agredidos, um dos quais acabando por falecer.

Desde que a Estónia se tornou um país, na sequência do desmembramento da URSS, que a minoria eslava (34 por cento da população) é alvo de fortes discriminações políticas.


Print Friendly, PDF & Email

Imagem: Protocolo com CM Peniche No passado dia 25 de Abril, no Fortaleza de Peniche, foi assinado o protocolo entre a Câmara Municipal de Peniche e a União dos Resistentes Antifascistas Portugueses. Nesta cerimónia participaram o Presidente da Câmara Municipal de Peniche, António José Correia, e o Coordenador do Conselho Directivo da URAP, Aurélio Santos, assim como algumas dezenas de pessoas que se juntaram à iniciativa. Este foi apenas mais um passo com vista à concretização dos objectivos do protocolo, nomeadamente a promoção do estudo, a informação e a recolha de documentação sobre o papel desempenhado pela Fortaleza de Peniche como estabelecimento prisional do regime fascista.

Print Friendly, PDF & Email

desfile_25_abril_07_5A URAP esteve presente no desfile do 25 de Abril, que mais uma vez encheu a Avenida que tem nome de Liberdade. Os resistentes antifascistas juntaram a sua voz a milhares de outras vozes decididas a lembrar Abril e a aprofundá-lo, em todas as suas vertentes: uns reclamando emprego e direitos, outros educação pública; houve ainda os que exigiam saúde para todos e aqueles que reivindicavam novas relações internacionais, na base da paz e da cooperação entre os povos.

Durante mais de duas horas, estas e outras reivindicações juntaram-se numa só: «25 de Abril sempre!» E como desfile_25_abril_07_1«Fascismo nunca mais», a URAP apresentou-se este ano com uma forte presença. Para além da sua direcção, marcaram presença os jovens antifascistas, segurando um pano onde garantiam serem «muitos muitos mil para continuar Abril» e o núcleo de Viseu/ Santa Comba Dão, que apelava à oposição ao Museu Salazar, que querem construir na terra natal do ditador.

Por todo o desfile, activistas da URAP recolhiam assinaturas contra este museu. No dia anterior, estavam já recolhidas mais de 10 mil. No desfile muitos mais se juntaram a esta petição.

Na noite anterior, em muitas localidades do País, se festejou Abril. Espectáculos musicais e fogo de artifício animaram a noite de muitos milhares de portugueses. Porque se Abril é luta, a liberdade é também uma festa.  

desfile_25_abril_07_3desfile_25_abril_07_4

 

 

 

 

 

desfile_25_abril_07_6desfile_25_abril_07_2

Print Friendly, PDF & Email

Segue-nos no...

logo facebook

Boletim

foto boletim

Faz-te sócio


Ficha SócioInscreve-te e actualiza a tua quota
Sabe como

Quem Somos

logotipo urap

A URAP foi fundada a 30 de Abril de 1976, reunindo nas suas fileiras um largo núcleo de antifascistas com intervenção destacada durante a ditadura fascista. Mas a sua luta antifascista vem de mais longe.
Ler mais...
União de Resistentes Antifascistas Portugueses - Av. João Paulo II, lote 540 – 2D Loja 2, Bairro do Condado, Marvila,1950-157, Lisboa